sábado, 25 de julho de 2009

Siga a fiel instrução para viver a doutrina fiel em santificação

Sermão preparado pelo Rev. Adriano Gama na Epístola do Apóstolo Paulo a Tito 3.8-11

Texto: Tt 3.8-11
Leitura: Tt 1.1-16; 3.1-11;


Amada congregação do Senhor Jesus Cristo e demais ouvintes,

Uma igreja cristã na ilha de Creta havia nascido. E o Apóstolo Paulo deixou nesta ilha o seu filho na fé e cooperador na obra de Deus: Tito.
E Tito foi deixado em Creta para concluir a obra de Deus e para pôr a igreja em ordem (v.5). Uma obra grande para o Evangelista Tito. Especialmente em Creta, cujo o povo era arrogante, mentiroso e muito rebelde.
Além disso, a igreja estava cheia de falsos mestres e muitos membros insubordinados e que se levantavam contra as autoridades, ensinavam a justificação pelas obras, com sua falsa piedade, professando que conheciam a Deus e desprezavam e difamavam a Tito. Estes eram os judaizantes (judeus que abraçaram o cristianismo, mas não o Evangelho). Os judaizantes desviaram famílias inteiras, eram maus obreiros e gananciosos pelos ofícios eclesiásticos. Em resumo: Estes membros malvados e gananciosos não eram sadios na fé … e por isso foram considerados abomináveis, desobedientes e reprovados para toda a boa obra.
Era nesta sociedade e neste tipo de igreja que Tito tinha que levar a obra de Deus à estabilidade. E que estabilidade? Prepará-la para manter a doutrina da graça de Deus pura e ao mesmo tempo viver de modo santo e irrepreensível como igreja e no meio de uma sociedade corrupta.
Meus amados irmãos, conhecimento bíblico e uma vida de santificação são coisas que não devem ser contraditórias em nossas vidas. Mas, infelizmente a igreja provou e sempre provará o surgimento de membros e até oficiais que em sua vida colocam estas coisas como inimigas e ensinam essa inimizade pelo seu testemunho diante da congregação e da sociedade.
E, por isso, é tão necessário ouvirmos a mensagem de Deus na Carta a Tito, pois estamos no meio de uma sociedade arrogante, mentirosa e muito rebelde. E na igreja já temos começado a enfrentar problemas sérios de calúnias e insubmissão que promovem divisão entre os irmãos. E os pastores do rebanho que devem proteger as ovelhas de Cristo contra tais pecados.
Então, para a Igreja ser firme na doutrina e na vida de santificação prego a mensagem de Deus no seguinte tema:

Siga a fiel instrução para viver a doutrina fiel em santificação, por isso:

1. Seja solicito na prática de boas obras
2. Evite discussões insensatas
3. Evite o homem faccioso

1. Siga a fiel instrução para viver a doutrina fiel em santificação: Seja solícito na prática de boas obras

A expressão “Fiel é a Palavra” que o Apósotolo Paulo abre o v. 8 deve ser observada por nós. Ela aparece apenas cinco vezes na Escritura: Quatro vezes nas Cartas a Timóteo e aqui em Tito (veja em sua casa 1 Tm 1.15; 3.1; 4.8,9; 2 Tm 2.11-13).
E todas as vezes que surge a expressão “Fiel é a Palavra” é uma afirmação solene para ressaltar uma importantíssima instrução de Deus para os Seus ministros e Seu povo. E qual a solene instrução de Deus para Tito? Veja o v. 8:
Tito deve afirmar com confiança as instruções de Deus que ele recebeu do Apóstolo. Tito como um ministro da Palavra fiel deve falar aos que crêem que sejam solícitos na prática de boas obras, que ele evitasse discussões insensatas e evitasse o homem faccioso. Mas, neste primeiro ponto estamos tratando a primeira instrução.
Meu irmão, Tito recebeu de Paulo o ensino da Verdade da Palavra de Deus, o Evangelho da Graça de Cristo exposto a ele nos vs 4-7. E com base e confiança nesse Evangelho Tito deve, pelo ensino e pregação, levar os crentes a viver esse Evangelho na prática.
A igreja precisa aprender que o viver a doutrina bíblica é o que deve ser buscado! Por quê? Porque a vida de piedade de um crente é o que embeleza a doutrina de Cristo diante dos olhos das pessoas.
E isto deve ser enfatizado, pois muitos membros da igreja em Creta, como hoje, tinham se mudado da sociedade cretense para morar dentro da igreja. Só que eles vieram morar e trouxeram junto a velha bagagem mundana para dentro da Igreja, uma mala cheia de lixo podre que foi aberto dentro da igreja, exalando o mau cheiro do pecado e contaminando a igreja de: doutrinas falsas, difamações, insubordinação, mentiras, malícias, fofocas, paixões e prazeres carnais, inveja, inimizades, brigas, discordias pecaminosas, divisões, e toda sorte de pecados que não mostravam a Fé viva em Cristo e na graça do Seu poder!
E Saiba que os falsos mestres aumentavam ainda mais a poluição da igreja, pois levavam os crentes a viver uma falsa piedade, falando coisas bonitas acerca de Deus, mas procedendo de modo que a doutrina e Deus eram negados.
Então, o Espírito Santo diz a Tito por meio de Paulo: Fiel é a Palavra, pois confiantemente faça afirmação, com confiança na Verdade do Evangelho, e chame os crentes a serem solícitos na pratica de boas obras!
Tito deve chamar os crentes a serem solicitos na prática de boas obras. O que é ser solícito? O verbo usado aqui chama você a ter a mente cheia de preocupação, a atenção para fazer obras boas!
E o que são boas obras? Tudo aquilo que glorifica a Deus e serve para o bem do meu próximo; e, no contexto, são obras conforme a Escritura e que promovem a santificação da Igreja.
Os crentes em Creta por causa dos falsos mestres estavam sendo tentados a serem relaxados na prática de uma vida de santificação. Mas, Tito deve chamar os crentes a se preocuparem a viver na prática de obras, pois são elas mostram no crente o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, a obra do Sangue de Cristo em nós, são as boas obras uma consequência da selagem do Espírito!
Meu irmão em Cristo, “Fiel é a Palavra”, por isso, siga a instrução do Espírito Santo e seja solícito na prática de boas obras. E para isso devemos encher as nossas mentes daquilo que o Espírito fala em Fp 4.8 (abra a Escritura nessa passagem e vamos ler).
Pergunto aos crentes aqui: aquilo que você pensa, diz e faz tem mostrado o cumprimento dessa fiel instrução? Você diz que crê em Deus e nas doutrinas da graça! Isso leva você a se preocupar, a ter muito cuidado e atenção para praticar boas obras? O que você tem feito para promover a sua santificação e da igreja?
Há um perigo dentro das igrejas reformadas que é dar atenção maior ao ensino de doutrinas verdadeiras, capacitar seus membros para discutir com liberais, com arminianos, pentecostais e outras seitas. Mas… não prestar tanta atenção se os membros estão enchendo suas mentes de coisas edificantes e assim vivendo a Fé, ou seja, praticando as obras que glorificam a Deus e para santificação da igreja.
E os oficiais da igreja devem se preocupar com isto, pois um crente que conhece doutrina e não vive a doutrina é pior que um descrente e, precisa ser educado na Doutrina para ser salvo do seu pecado.
E os oficiais devem crer e se confiar que a pregação e o ensino é o modo estabelecido por Deus para educar os crentes a serem solícitos na prática de boas obras, pois de fato é isto que é “excelentes e proveitosas aos homens”. Para isso, os oficiais devem cuidar de si mesmo e da igreja, priorizar o uso do seu tempo para instruir a igreja a ser solícita na pratica de boas obras.
E para isto ele deve tomar o cuidado de não dispensar atenção em discussões insensatas. Isto nos leva ao segundo ponto do Sermão.

2. Siga a fiel instrução para viver a doutrina fiel em santificação: Evite discussões insensatas

O Apóstolo aqui não disse que todo debate é algo ruim. A igreja cresceu muito por meio de vários debates no decorrer da História. Mas, o que o Espírito Santo nos proibe é o envolvimento em discussões insensatas!
Saiba, meu irmão em Cristo: O diabo muitas vezes tenta desviar o foco da atenção dos ministros e oficiais da igreja, levando-os a se envolver em disputas sobre assuntos que não levarão os crentes a viverem uma vida de santificação em Cristo.
Tito estava rodeados de falsos mestres vindos do judaismo, que eram homens que gostavam de gastar seu tempo discutindo sobre, por exemplo: quem pertence ao povo de Deus? Ou as lendas dos judeus, o que um crente deve comer ou beber? Estes falsos mestres e seus discípulos discutiam essas coisas só por discutir e por gostar de discutir e para confundir os outros!
O Apóstolo é muito claro e direto: Fuja dessas discussões que são na verdade loucuras, coisa de insensatos. E por que o ministro Tito deve fugir disto? Veja o v. 9: “porque não têm utilidade e são fúteis, ou seja, “porque não prestam para nada e não tem valor nenhum!
Meu irmão em Cristo, em quê as discussões insensatas dos falsos mestres tinham contribuido para santificação da igreja em Creta? Em absolutamente em nada!
As discussões tinham contribuído sim, mas para o crescimento do legalismo, do ódio entre irmãos, fofocas, para casas inteiras serem desviadas, para exaltação dentro da igreja de pessoas soberbas e insubordinadas.
Saiba que isto sempre será o resultado para o povo de Deus quando em seu meio temos oficiais e membros que gostam de gastar tempo discutindo coisas inúteis e vãs. Por isso, nenhum ministro deve alimentar um apetite para estudar e ficar debatendo coisas que no final não vão contribuir em nada para a santificação da igreja.
Meu irmão, um oficial que quer ser fiel a Deus e ao seu chamado deve se preocupar em ensinar e testemunhar a sã doutrina, pois é essa atitude que vai fazer a igreja crescer em santificação no Espírito Santo.
E saiba, meu irmão em Cristo, que Deus chama você a evitar que seus oficiais estejam se envolvendo em discussões insensatas. Você na verdade deve livrar seus oficiais disto e fazer tudo que estiver em seu alcance para que eles levem a igreja a praticar boas obras, a viver em santidade e unidade e não discutindo coisas que não têm utilidade e valor para santificação de sua vida, família e o resto da igreja.
Hoje existe uma multidão de assuntos que membros instruídos, não falo de pessoas simples, gostam de levantar, questões só para discutir e promover as suas idéias tais como: o Grupo A ou B vai para o céu? É certo um crente beber, fumar ou dançar? Quem é o autor do mal? Qual a ordem dos decretos de Deus?
Meu irmão em Cristo, qual o interesse e que utilidade e valor a discussão desse tipo de assunto traz para sua santificação e da igreja? Você deve aprender a perguntar a si mesmo: Esse assunto que quero discutir ajudará a minha santificação em quê? Ele ajudará a igreja a ser mais obediente a Deus e unida?
Meus irmãos, falsos mestres e pessoas vaidosas é quem gostam e vivem ansiosos para discutir assuntos que não tem valor e que não promovem a santificação da igreja. Os falsos mestres têm esse interesse, pois eles querem ser o centro das atenções custe o que custar. E os falsos mestres não se preocupam se suas doutrinas ou idéias e a discussão delas vão promover a santidade e a unidade da igreja. …
Meu irmão em Cristo, pergunto a você:
Que tipo de assunto você tem levado para seus oficiais discutirem? São assuntos que tem utilidade e valor para santificação? Como você tem contribuído para seus oficiais, especialmente, os ministros da Palavra, dediquem mais tempo para estudar e promover a santidade da igreja?
Amado irmão, tenha muito cuidado e evite discussões inúteis e vãs. … Mas, não somente cuidado para evitar as discussões desse tipo, … mas, também tenha muito cuidado para evitar as pessoas que as promovem. … E isto nos leva ao terceiro e último ponto do Sermão.

3. Siga a fiel instrução para viver a doutrina fiel em santificação: Evite o homem faccioso:

O Apóstolo no primeiro ponto instrui Tito a usar a pregação da palavra para levar os crentes à santificação no Espírito Santo. No segundo a evitar a discussão de assuntos insensatos. E a terceira parte da fiel instrução (que é ligada a segunda) o Apóstolo Paulo diz: Fiel é a Palavra: Evita o homem faccioso.
Nessa parte o Apóstolo, pelo Espírito Santo, ensina Tito a usar a disciplina para aqueles que querem dividir a igreja. No original temos o “homem herege”. A palavra “herege” no tempo da Escritura qualificava o homem que promove divisões entre os crentes seja por falsa doutrina ou não.
Meu irmão em Cristo, não pense que divisões na igreja só podem ser promovidas através de doutrinas falsas. Divisões são promovidas também por meio de discussões de assuntos insensatos, ou por opiniões particulares que em si não são ruins.
Por isso, um pessoa facciosa (um herege) pode ser vista num membro que tem opiniões boas, porém que usa o que é bom para semear discórdia, divisão e assim não promover a unidade dos irmãos e a santificação da Igreja.
Os oficiais devem ouvir a Fiel Instrução do Espírito Santo, pois uma das tentações do Diabo é sugerir ao oficiais o não uso da disciplina eclesiástica, para combater o faccioso dentro da igreja.
Meu irmão em Cristo, os problema de divisões na igreja não se resolvem somente através do ensino e evitando as discussões insensatos. O Espírito Santo na Fiel Instrução de Paulo a Tito e a todos os oficiais da igreja, mostra que também é VITAL o uso da disciplina eclesiástica, para com os facciosos do seu meio.
Pare para pensar: Como podemos pensar que ensino falso, difamações, fofocas, desobediências, insubordinações, malícias, ou seja, tudo que divide os irmãos será evitado e bem tratado se não disciplinarmos aqueles que promovem tais coisas? …
Por isso, Paulo diz a Tito: Fiel é a Palavra … Evita o homem faccioso, o homem herege.
E o Apóstolo dá o modo de se disciplinar o homem faccioso (veja o v.10): Exortação, admoestação. É dever dos oficiais exortarem os facciosos de dentro da igreja. Assim é por meio da Palavra com autoridade que os hereges ou facciosos devem ser enfrentados na igreja.
Agora esse trabalho de exortação tem um limite. O texto diz: uma e duas vezes. Os oficiais não devem gastar muito tempo admoestando os facciosos. Saiba que os facciosos nunca se cansam de discutir e defender suas idéias. Então, isso tirará o tempo dos oficiais para instruir as ovelhas de Cristo a viver em santificação. E o texto afirma o motivo de não gastarmos tempo com os facciosos impenitentes (veja o v. 11): “está pervertido, e vive pecando, e por si mesma está condenada!
Meu irmão, se um homem é exortado duas vezes com a Palavra de Deus e não se arrepende e insiste em continuar a promover divisão, mostra que tipo de coração ele tem, que tipo de vida ele quer viver, que fim ele quer ter (condenação)!
Saiba, meu irmão em Cristo, gastar tempo com facciosos impenintentes é o mesmo que tentar pastorear lobos como se eles fossem ovelhas. O Lobo é lobo e a ovelha é ovelha. O lobo não ouve a voz do Pastor do Rebanho e sua natureza o leva a dividir o rebanho para poder dilacerar as ovelhas do Bom Pastor. Por isso, os pastores do rebanho devem usar o Cajado e o Bordão da Palavra de Deus e da disciplina eclesiastica, para afastar os homens facciosos do contato com a Igreja! Isto é parte da terceira Fiel instrução dada pelo Espírito a Sua Igreja.

Conclusão:

Meus amados irmãos em Cristo, esta Fiel Instrução é um chamado para os oficiais e todos os membros do povo de Deus. Então:
Aplique sua mente para praticar boas obras, Evite discussões sobre assuntos inúteis para santificação, e evite o homem que tenta dividir a Igreja.
Chamo sua atenção para este último ponto, pois se obedecido diminuíra em muito as dificuldades para você executar os dois primeiros chamados da Fiel Instrução.
A exortação e admoestação do homem faccioso é também uma tarefa sua como membro (veja em casa 1 Ts 5.12-15). Você (como ovelha) é o primeiro a sentir o ataque do lobo. Sendo assim, cumpra seu papel na disciplina eclesiástica. Admoeste até duas vezes e procure os oficiais da igreja.
Saiba que na igreja não faltará membros que com rebeldia falem: Ah, o Conselho ensina assim, mas EU CREIO ASSADO! Ou o Conselho decidiu assim, mas eu não concordo! Eu penso que deveria ser assim ou assado, etc!
Meu irmão, não há problema em você pensar diferente dos seus oficiais. O problema é quando seus pensamentos diferentes mostram insubordinação e insentiva infâmia contra as autoridades, promovendo divisão no meio do povo de Deus. E este pecado é maior ainda quando é feito por um homem ordenado por Cristo!
E Deus chama você, por amor a Ele, ao pecador e a igreja, faça sua parte na disciplina dos facciosos. E faça isto com sua consciência tranquila sem medo que vai prejudicar seu irmão em pecado (seja ele oficial ou membro), pois quem persiste no pecado é o culpado de sua própria condenação (veja a parte final do v. 10). Não é a igreja que condena os facciosos, mas eles mesmos se condenam e a prova são os seus pecados.
E encerro chamando sua atenção para Santa Ceia.
Olhe para Santa Ceia. Veja que o Filho de Deus foi partido por nossos pecados para você e eu vivermos unidos em santificação. Este objetivo desse ser provado e visto em sua vida como membro. Então pergunto:
Será que podemos deixar que o pecado e homens faciosos apague diante dos homens esse obejtivo de Jesus Cristo em nossa vida como Igreja?
Por isso, meu irmão em Cristo, Siga a fiel instrução dada a você nesse sermão e viva a doutrina fiel em santificação! Amém.

Nenhum comentário: