segunda-feira, 9 de março de 2009

Pertencer a Jesus Cristo é o Sólido e Único Consolo do cristão

Sermão preparado pelo Rev. Adriano Gama sobre a Doutrina Bíblica ensinada no Catecismo de Heidelberg, Dia do Senhor 1

Texto: Dia do Senhor 1
Leitura: Ef 2.1-22

Amada congregação do Senhor e visitantes,

O Dr. Zacarias Ursinus (um dos autores do Catecismo de Heidelberg) faz a seguinte pergunta na introdução do Comentário do Catecismo: “Qual o propósito do Catecismo, e da Doutrina da Igreja? E a resposta é: “O propósito da doutrina do Catecismo é nosso consolo e salvação!”
Essa palavra de Zacarias Ursinus é vistas claramente no Catecismo de Heidelberg. O Catecismo de Heidelberg do ínicio ao fim ecoa a doutrina da Salvação que Deus na Escritura revela. A doutrina que diz: que o homem está morto em seus delitos e pecados, que as obras humanas são imperfeitas em si mesmas e jamais podem satisfazer as perfeitas exigências da Lei de Deus, que a salvação é uma obra exclusiva de Deus e que, somente pela graça de Deus, o homem pode crer em Jesus Cristo, ser salvo por Jesus Cristo e viver uma vida de gratidão a Deus em Cristo.
Deste modo o Catecismo de Heidelberg aponta SOMENTE para Cristo e leva a igreja a buscar seu Único Consolo na salvação que Cristo conquistou para ela. Este é o Evangelho da Salvação que a Escritura apresenta e que é ecoado no ensino do Catecismo de Heidelberg.
E as Igrejas de Cristo apelidadas de Reformadas sabem bem o valor do ensino da doutrina da salvação de modo sistemático e organizado. Por isso, estas igrejas desde a época da Grande Reforma até hoje usam o texto do Catecismo para expor a doutrina da Palavra de Deus aos seus membros.
É através da exposição da doutrina da salvação aos seus membros que a Igreja é mantida viva, consolada e convicta na PROMESSA DE SALVAÇÃO SOMENTE EM CRISTO.
E o Dia do Senhor 1 é a introdução do Catecismo de Heidelberg, para apresentar ao cristão a doutrina da salvação ensinada na Escritura e que nos Consola na vida e na morte.
É para nos consolar que o Senhor Deus nos chama a ouvir o Evangelho da Salvação sob o seguinte tema:

Pertencer a Jesus Cristo é o Sólido e Único Consolo do cristão:

E neste tema aprenderemos dois pontos:

1. Por que nem a morte pode fazê-lo morrer
2. Por que nos mantém firmes durante os ataques de Satanás

1. Pertencer a Jesus Cristo é o Sólido e Único Consolo do cristão: Por que nem a morte pode fazê-lo morrer.

Por causa do pecado de Adão a morte entrou no mundo como sálario do pecado. E todos os homens em Adão estão mortos em seus delitos e pecados e por natureza são filhos da Ira de Deus (Ef 2.1-3).
E o Senhor Jesus Cristo veio para nos salvar desse estado de morte e de maldição. Ele morreu e ressuscitou para garantir ao Seu povo um consolo que nem a morte pode matar.
Esta verdade aprendemos do próprio Jesus. Marta tinha uma visão curta sobre o evangelho e não compreendia que Jesus era Aquele que tem o consolo que nem a morte pode tirar. Marta estava triste com a morte de seu irmão Lázaro, mas o Fiel Salvador Jesus Cristo consola Marta dizendo (veja Jo 11.25,26): “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto?”
Jesus Cristo consola Marta mostrando que nem a morte física tem o poder de arrancar os discípulos das mãos do Seu Fiel Salvador. Nem a morte física tem o poder de matar o consolo dos crentes de pertencerem a Jesus Cristo.
O Espírito Santo mostra esta verdade nas palavras do Apóstolo Paulo para os cristãos perseguidos em Roma (Rm 8.33,34,35,38,39): “[33] Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. [34] Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós. [35] Quem nos separará do amor de Cristo? Será a tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? [38]“Porque estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem cousas do presente e do porvir, nem os poderes, [39] nem altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor!
O Apóstolo falou estas palavras para consolar à igreja de Roma num período de muita perseguição. Os cristãos estavam sendo levados diante das autoridades, perdendo bens, parentes e até a vida por causa do Evangelho. E o que Paulo usa para consolar a igreja? Paulo apresenta que Cristo Jesus morreu e ressuscitou em favor da igreja e que nada nesta terra ou no céu, agora e no porvir “poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor!
Pertencer ao Fiel Salvador Jesus Cristo é a garantia de que nem a morte física pode nos separados do amor de Deus e abalar nosso único consolo.
E o motivo dessa solidez do único consolo do cristão é ensinado pelo Apóstolo quando diz (veja Ef 2.5): “e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, - pela graça sois salvos”.
Sabe o que isto significa? O Espírito Santo mostra que eu e você fomos vivificados quando Cristo na Sua ressurreição venceu a morte! Significa que para a morte acabar com seu consolo é necessário que a ressurreição de Jesus Cristo seja desfeita. E isto é impossível!
A morte e ressurreição de Cristo são fatos históricos consumados e que não se repetem mais, então, se você foi vivicado na ressurreição de Cristo seu consolo não morre com a morte, pois Cristo já venceu a morte e está vivo para sempre e assim você tem a garantia do amor e da salvação eterna dados por Deus!
Então, diante da promessa do Evangelho como você e eu podemos deixar de ter uma vida sem consolo se temos Cristo Jesus como Senhor? Como podemos viver sem consolo nesta vida se nada poderá nos separar do amor de Deus em Cristo?
Meu irmão, cada crente em Cristo, corpo e alma, na vida e na morte, pertence ao Fiel Salvador Jesus Cristo, por isso, “nenhum de nós vive para si mesmo, nem morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. Quer, pois, vivamos ou morramos, somos do Senhor” (Rm 14.7,8).”
Por isso, pertencer ao Fiel Salvador Jesus Cristo é o Sólido e Único consolo do Cristão. Você pertence Àquele que É A VIDA. Então, como o seu consolo pode ser morto pela morte?
Na vida existem coisas muito boas como família, honra, bens e prazeres. Mas estas coisas não podem ser consideradas pelo homem como seu sólido e único consolo. Sabe por quê? Porque todas estas coisas se acabam já nesta vida e certamente tem seu fim na hora da morte física. A morte física mostra a fragilidade dessas coisas boas.
Quando a malvada da morte bate na porta de sua casa então sua família, a honra, os seus bens e prazeres são todos abalados. Pode ser o homem mais honrado desta terra, ou mais rico do mundo ou até o homem que se entregou a todos os seus prazeres, mas se este homem não pertence a Cristo sua vida é vazia de consolo real e os seus minutos finais encherão o seu coração de insegurança, desespero e terror.
Isto mostra que família, honra, bens e prazer não podem ser considerados como sólidos e os únicos consolos do homem, pois não podem tranquilizar o seu coração nesta vida nem têm condições de nos dar segurança, consolo e paz na hora da morte.
E sabe por que essa insegurança, desespero e terror no coração do homem sem Cristo? Não é somente por que a morte é o fim de tudo para o homem natural, mas principalmente porque todo homem sabe (pela criação ou pelo Evangelho) que Deus está irado com o pecado e que Deus pedirá conta de todos os pecados que o homem cometeu (Rm 1.18-20; 2.15,16)!
Este é o principal motivo do desespero e terror dos homens diante da morte: o homem sabe que vai receber a punição de um Deus Irado! Por isso, a morte causa terror até aos mais corajoso guerreiro.
Mas, o cristão pela graça de Deus em Cristo tem a promessa de pertecer ao Senhor Jesus Cristo (Jo 10.14,15,27,28) e de ter o amor de Deus garantido na morte e ressurreição de Cristo Jesus (Ef 2.4,5).
Jesus Cristo derramou o Seu precioso sangue na cruz, para comprar você, corpo e alma, do domínio do pecado e do diabo. Jesus Cristo morreu para pagar o preço a Deus pelos pecados que você cometeu, para você ser reconciliado com Deus no sangue de Cristo e assim livrar você da perdição eterna.
Jesus Cristo morreu por você, para que a morte não afastasse você dEle. Por isso, se console com as Palavras do Senhor Jesus e viva feliz neste sólido e único consolo nesta vida e na morte.

2. O Sólido e Único Consolo do cristão é pertencer a Jesus Cristo: Por que nos mantém firmes durante os ataques de Satanás

A Queda de Adão levou todos os seus descendentes a serem feitos escravos de Satanás. O Apóstolo Paulo nos mostra isto em Ef. 2.1,2.
O Senhor Jesus Cristo veio para destruir as obras do diabo e isto incluiu a libertação do Seu povo do domínio de Satanás. Jesus Cristo, o Fiel Salvador, na cruz derrotou Satanás e libertou o Seu povo do império das trevas.
Mas esta libertação não significa ausência de luta, pois apesar da guerra ter sido vencida na cruz há muitas batalhas a serem terminadas. Satanás continua a atacar o Reino de Cristo com suas tentações.
Meu irmão em Cristo saiba que o único cristão que não sofre tentações é um cristão que já morreu. Satanás é o principal inimigo de Cristo e da Igreja. E por isso enquanto você estiver nesta terra Satanás investirá contra você, assaltando você e usando todas as armas das trevas. Satanás fará isto para tirar sua confiança em Cristo, sua alegria de servir a Cristo e de viver para Deus. Satanás assim luta contra a obra de Deus.
E saiba que Satanás atacará muito sua mente com tentações. Por exemplo:
O diabo apresentará todos os pecados que você cometeu, para tirar sua alegria e consolo em Cristo e assim entristecer e desestimular você na batalha. Você defenderá a sua mente tomando como escudo o seu sólido e único consolo.
Defenda-se, reconhecendo que você é um pecador, mas dizendo ao diabo que Cristo já sabia disto quando quis comprar você com Seu precioso sangue. Jesus Cristo viu que você estava morte em seus delitos e pecados (Ef 2.1). Jesus viu que você seguia a Satanás e os desejos da sua carne (Ef 2.2). Mas, Jesus Cristo mesmo assim morreu para comprar você para Deus, pagando o preço dos pecados da Sua igreja, dando a Seu povo a Justiça e Santidade perfeitas, aproximando você de Deus por meio do Seu sangue e livrando a consciência dos Seus discípulos da culpa do pecado.
E Jesus Cristo fez isto não por que você merecia ou era bom em si mesmo, mas Jesus Cristo fez isto pela bondade de Deus, por sua graça, mediante a fé verdadadeira que é um dom de Deus (Ef 2.4-9).
O Evangelho diz a você que está em Cristo (Ef 2.13): “Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo”.
O Sangue de Cristo pagou o preço para libertar Seu povo do domínio do diabo e do pecado. Assim, você como membro de Cristo foi de uma vez por todas aproximado de Deus, ou seja, você como membro de Cristo tem uma relação pactual com Deus.
Deus, pelo sangue de Cristo, é seu Pai e você faz parte da família de Deus (Ef. 2.19). Você pertence a Cristo não por que você é sem pecado, mas por que o Fiel Salvador Jesus Cristo comprou você do pecado e do diabo.
Mas, Satanás não se dá por vencido. Satanás tem um dardo agudo que ele tenta cravar nos olhos do cristão, levando o Cristão a não ver o amor de Deus Pai. Esse dardo é muito usado quando estamos no meio das provações.
Satanás tenta levar os crentes a olharem para as dificuldades da vida, às lutas, os problemas normais a esta vida quebrada pelo pecado e a pensar: Será que Deus é meu Pai mesmo, será que Ele me ama mesmo? Será que ele não esta irado comigo?
Defenda-se se lembrando da promessa do Evangelho que diz a você (veja Ef 2.14-16). O Fiel Salvador, o Senhor Jesus Cristo, é a nossa Paz com Deus. Cristo na cruz nos reconciliou com Deus e nos nos fez filhos de Deus. Em Cristo Deus é nosso Pai (Ef 2.18).
Então, como você que pertence a Cristo pode pensar que Deus não é seu Pai e que ainda está irado contra você? Jesus Cristo veio e evangelizou essa Paz no Seu sangue (a judeus e a gentios) e dá a você está boa nova: Em Cristo “temos acesso ao Pai em um Espírito”. Em Cristo Deus é seu Pai.
Não deixe Satanás assaltar e atacar você com suas tentações, pondo em dúvida o amor de Deus para com você. Jesus Cristo todo domingo ensina que você pertence a Ele. Qual primeira expressão que você ouve no culto? Resposta: Amada Congregação do Senhor Jesus Cristo.
Será que você que é membro de Cristo não entendeu ainda esse Evangelho que você é DO Senhor Jesus Cristo?
Então, como você pode pensar durante a semana que Deus não ama você e que está irado contra você? Será que os problemas da vida são tão grandes que podem tirar sua visão do grande amor de Deus em Cristo para com você?
O Espírito Santo diz no Evangelho (Rm 8.28): “Sabemos que todas as cousas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”.
Meu amado irmão em Cristo, O Fiel Salvador Jesus garante no Evangelho: todas as coisas (boas ou ruins) que acontecem em sua vida sempre trabalham juntas para sua salvação! Por isso, pelo poder de Deus, os problemas da vida contribuem para sua salvação.
Essa Palavra mostra que a vida eterna é algo certo. Todos os acontecimentos no universo cooperam para que você alcance a vida eterna. Quem garante isto é Jesus Cristo pelo poder do Seu Espírito.
Defenda-se contra Satanás: Pertenço, corpo e alma, na vida e na morte, por isso, meu Fiel Salvador ira transformar em bem para mim todo mal e me assim me garante a vida eterna.

Conclusão:

Agora você pode perguntar: Como tenho esta certeza que pertenço a Cristo? Pelo Espirito Santo e pela palavra.
O Espírito Santo é a garantia da promessa feita na Palavra (Ef 1.13,14). O Espírito testifica em nossos corações que somos filhos de Deus e as promessas na Escritura nos levam a confiar que pertencemos a Cristo Jesus. Jesus Cristo pela pregação do Evangelho e pelo poder do Espírito Santo opera a fé verdadeira no coração daqueles que pertencem a Ele.
E o Apóstolo Paulo na Carta aos Efésios mostra claramente essa relação entre o Espírito e a Palavra na igreja. Pela obra de Cristo a Igreja tem acesso ao Pai em um Espírito (Ef. 2.17-19). Jesus Cristo está edificando sua igreja sobre a doutrina dos profetas e apóstolos como santuário de Deus no Espírito (Ef 2.20-22).
Nestes textos vemos que o Espírito Santo e a Palavra estão juntos na obra de Jesus Cristo edificar, consolar e salvar a Sua Igreja. Por isso, você só pode ter a conficção (certeza) e o sólido e único consolo alimentados e vivos: SE VOCÊ ESTIVER DEBAIXO DA PREGAÇÃO DA DOUTRINA DA PALAVRA!
Onde não há a pregação da doutrina da Palavra de Deus não há operação do Espírito Santo para edificar e consolar a Igreja. Por isso, o diabo tenta afastar a Igreja da exposição da doutrina da Salvação SOMENTE EM CRISTO! Pois o diabo sabe que retirando você debaixo dessa pregação você se tornará um alvo fácil para ele encher seu coração de dúvidas e pecados contra Deus.
Sendo assim, quando você estiver triste e sentir o desejo de faltar os cultos saiba que esse desejo não vem do Espírito Santo, mas é uma tentação de Satanás para abalar o sólido e único consolo que você tem em Cristo.
O Espírito Santo quer sempre manter você sempre consolado em Cristo e firme diante de Satanás, por isso, Ele chama você a ouvir a pregação da doutrina, que mostra a você como são grandes seus pecados e miséria, como você é liberto de todos os seus pecados e miséria e como você deve ser grato a Deus por tal libertação.
Deus chama você neste culto a viver a doutrina da salvação e a andar nas obras que Ele de antemão preparou para que você ande nelas (Ef 2.10). Faça isto e você terá a certeza de pertencer a Cristo. Viva a doutrina da salvação confiando em Cristo, de todo o seu coração, sabendo que o Espírito Santo de Deus está em você e vai lhe fortificar até a sua chegada no céu.
Fique certo, meu irmão em Cristo, que por esses meios você viverá e partirá dessa vida no sólido e único consolo do Cristão que é PERTENCER AO FIEL SALVADOR JESUS CRISTO. Amém.


Um comentário:

Anônimo disse...

Rev. Adriano,

Infelizmente, é incontável o número de "igrejas" que, cotidianamente, anunciam uma salvação que mais gera insegurança do que mesmo a certeza que lhe é devida. Isso tudo se deve, penso eu, ao fato de que nessas "igrejas" (e pasmem: muitas delas nominalmente "reformadas") é apresentado um falso evangelho, nitidamente marcado pelas características pagãs de que o homem não é tão ruim assim e pode, através de esforços, conquistar a sua própria salvação. O resultado disso não poderia ser outro, pois, tudo o que está alicerçado no homem é falho, limitado e, acima de tudo, incerto e inseguro.
Mas louvo ao Senhor Deus que, pela sua misericórdia, nos faz desfrutar do eficaz Consolo e eterna segurança que encontramos quando pertencemos a Cristo Jesus. Esse fato é claramente testificado pelo Seu Espírito, que habita em nós, e pela Sua Palavra. É isso que está contido nas páginas das Escrituras Sagradas; é isso que foi trasmitido pelos santos profetas e apóstolos; é isso que foi ensinado pelos grandes homens de Deus na história; é isso que é ensinado pelos símbolos de fé das igrejas verdadeiramente cristãs, como, por exemplo, o Catecismo de Heidelberg; e é isso que, ainda hoje, homens de Deus e fiéis ministros da palavra ensinam pela graça de Deus.
Rev. Adriano, a minha família aqui do outro lado do Atlântico agradece pela sua disponibilidade em facultar um conteúdo tão edificante e consolador como esse.
Em Cristo,
Gerson - a partir de domingo, dia 05/04, membro da Igreja Presbiteriana em Telheiras - Portugal).