quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Pregações em Malaquias (Parte II): Eu, O SENHOR, repreendo o desprezo a Mim

Sermão preparado pelo Rev. Adriano Gama sobre Malaquias 1.6-14

LEITURA: Ml 1.1-5; 1 Pe 2.4-10

TEXTO: Ml 1.6-14

Amada Congregação do Senhor Jesus Cristo,

Aquilo que uma igreja faz e pensa é um espelho que reflete aquilo que seus oficiais fazem e pensam acerca de Deus.
Se certa igreja manifesta em sua vida e doutrina que honra a Deus, que reverencia o nome de Deus é porque nesta igreja existem oficiais que honram e reverenciam o SENHOR.
Mas o contrário também é verdadeiro. Para ser mais prático: Se uma igreja não honra a pregação do Evangelho, a ministração correta dos sacramentos e a disciplina bíblica é porque tem oficiais que também não honram esses dons de Deus.
A igreja de Cristo por mais de 1000 anos viveu num período de muito desprezo ao Nome do SENHOR e este desprezo se explica vendo a sua liderança neste mesmo período: Uma liderança que desprezava a Deus, gananciosa e sem nenhum compromisso em honrar e reverenciar o Nome do SENHOR.
Por isso, a Grande Reforma no ano de 1517 foi também uma reforma na liderança da Igreja. Os reformadores, especialmente, João Calvino, compreenderam que só uma liderança comprometida em a honrar ao SENHOR poderia guiar a Igreja a honrar e reverenciar ao Nome do SENHOR.
Assim surgiram os grandes seminários na época da reforma, formando pastores comprometidos com a Palavra de Deus, que instruiriam presbíteros e diáconos com o compromisso de honrarem ao SENHOR, para que as suas igrejas fossem igrejas que também honrassem a Deus.
A igreja é o espelho dos oficiais que ela tem: Esta é uma verdade bíblica. Veja a Igreja nos tempos de Malaquias: Uma igreja que não honra a Deus no culto, no casamento e na sociedade, porque tem líderes que fazem a mesma coisa.
Por isso Deus começa a sua sentença pela a liderança do povo. E O SENHOR repreende esta liderança que está conduzindo a Igreja a desprezar o SENHOR.
Eu proclamo a você a mensagem de Deus no seguinte tema:

Eu, O SENHOR, repreendo o desprezo a mim:

1. Quem me despreza
2. Em quê Sou desprezado
3. Qual o resultado do desprezo
1. Eu, O SENHOR, repreendo o desprezo a mim: Quem O despreza

Quem despreza o SENHOR são os sacerdotes (v.6). Imagine você: aqueles que foram chamados e consagrados para serem os guardiões do nome do SENHOR são acusados por desprezar o nome do SENHOR!
Isto é muito sério e triste: o SENHOR como um Pai é desprezado por seus filhos e como um Rei é desrespeitado por Seu súdito. Os sacerdotes não honram nem reverenciam ao SENHOR. Veja o que o SENHOR diz (v. 6).
O SENHOR usa uma ilustração que mostra a seriedade do pecado desses sacerdotes: um pecado tão sério que merece a morte, porque quem desonrasse seu pai ou não reverenciasse o seu rei seria morto na certa.
Assim você pode compreender melhor a triste situação espiritual da igreja nos dias de Malaquias. A Igreja tem líderes que não honram e não reverenciam a Deus! Então, o que podemos esperar de uma igreja com essa qualidade de líderes?
Deus ordena homens para guiar a sua igreja no caminho da obediência e não para guiar, serem os cabeças de práticas pecaminosas que desprezam, desonram ou trazem escandalos para o Nome do SENHOR!
Você que recebeu um ofício de liderança tome muito cuidado para não ser o primeiro a desprezar o SENHOR. Veja o pecado dos sacerdotes infiéis e o custo de seu pecado para a Igreja de seu tempo: Uma igreja que também despreza o Nome do SENHOR.
Essa palavra de Deus não é somente para os oficiais da Igreja! É também para todos os crentes, porque todos nós em Cristo somos sacerdotes do SENHOR (abra 1 Pe 2.5):

“... também vós mesmos [igreja], como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo”.

E mais (olhe o v.9):

“Vós [igreja], porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos [igreja] chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”

Você faz parte da Nação Sacerdotal do Senhor: A Igreja de Cristo! Por isso, como cristão você têm um chamado sacerdotal para honrar e reverenciar o Nome do SENHOR!
Deus pergunta a você: Você tem executado o seu chamado sacerdotal na família, na sua comunidade e na igreja de modo que os seus estão honrando ao SENHOR? Você tem sido o cabeça, o primeiro, para honrar e reverenciar o Nome do SENHOR?
Deus quer chamar você a pensar nestas coisas, pois o nome de Deus é desprezado nas famílias da Aliança, na igreja, porque aqueles que guiam são os primeiros a dar mau exemplo em suas atitudes e pensamentos na sua família, na igreja e na sociedade.

2. Eu, O SENHOR, repreendo o desprezo a mim: Em quê Sou desprezado

O SENHOR acusa os sacerdotes, mas os sacerdotes não dão o braço-a-torcer: Veja o que os sacerdotes perguntam (v.6): Em que desprezamos nós o teu nome?
Se há uma coisa difícil para você é: reconhecer seus pecados. Isto está na natureza do homem caído: “Não reconhecer os seus erros, quando é enfrentado por Deus”.
Logo cedo o homem começa essa prática infeliz: “Seu filho faz algo errado e quando repreendido o que você ouve dele é: “ Em quê eu errei papai?
Os sacerdotes não reconhecem seu pecado, mas o SENHOR os enfrenta e mostra em que eles desprezam o Seu Nome (leia os vs 7-9).
Nesses versículos o SENHOR diz: Vocês sacerdotes me desprezam naquilo que vocês fazem e pensam!
O que os sacerdotes fazem? Eles oferecem “pão imundo” (v.8). Este “pão imundo” são os animais cegos, aleijados, doentes que o povo traz para ser oferecido a Deus, ou seja, animais proibidos de serem sacrificados ao SENHOR.
Os sacerdotes pegam estes animais proibidos e oferecem este “pão imundo” como oferta sobre a “mesa do SENHOR, que é o altar dos sacrifícios. Esta ATITUDE profana o Nome do SENHOR!
Por que os sacerdotes fazem isto? Porque desprezam o SENHOR nos seus pensamentos (v.7): “A mesa do SENHOR é desprezível”.
Primeiro o SENHOR mostra a ATITUDE dos sacerdotes (oferecer pão imundo), para mostrar O PENSAMENTO dos sacerdotes (achar a mesa do SENHOR desprezível).
O Espírito Santo mostra que a atitude dos sacerdotes revela o desprezo deles pelo Nome do SENHOR! Se os sacerdotes não desprezassem o SENHOR eles não aceitariam do povo os animais defeituosos, pelo contrário, eles reprovariam estas ofertas e disciplinariam os ofertantes.
Meu irmão em Cristo e visitante, Deus mostra a você que a sua atitude mostra o que você pensa do SENHOR!
Não adianta você dizer que honra o SENHOR e reverencia o Seu nome se você deixa, por exemplo, de vir ao culto de manhã ou nos estudos da semana para ficar com seus parentes, amigos, com sua televisão ou na sua cama em casa!
Não adianta você dizer que respeita ao SENHOR se você prefere estar afastado da Ceia, porque não quer abandonar seu pecado!
Deus diz: “Mostre-me suas atitudes e mostrarei quais são os teus pensamentos!”
O SENHOR pergunta a você: Quais são suas atitudes para comigo? Como você tem feito as responsabilidades que te dou como líder na igreja, na sua casa e no seu trabalho?
Agora pense numa coisa: Deus ficou muito triste e irado com os sacerdotes infiéis da Antiga Aliança, mas saiba que muito mais triste e irado ficará com os sacerdotes da Nova Aliança, que desprezam o Seu Nome em suas atitudes e pensamentos!
Você pode perguntar: Por que Deus ficará mais triste e irado comigo? Porque nós cristãos não fomos consagrados sacerdotes por meio do sangue de animais, mas com o Sangue de Jesus Cristo!
Deus matou o Seu Filho para fazer você um sacerdote: “a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus!”. O SENHOR quer que aquilo que você faz e pensa obedeça ao seu chamado sacerdotal!
Por isso, aqueles que fazem parte da Igreja, mas vivem de modo que desprezam ao SENHOR devem se arrepender o mais rápido possível.

3. Eu, O SENHOR, repreendo o desprezo a mim: Qual o resultado do desprezo

Meu irmão em Cristo e visitantes, todo pecado tem um resultado: Um mal resultado.
E quando o pecado é cometido pelos oficiais nos seus ofícios o mau resultado atinge não somente quem peca, mas atinge terrivelmente à Igreja (veja v.9).
O profeta Malaquias diz aos sacerdotes: “suplicai o favor de Deus, que nos conceda a sua graça”.
Esse pronome “nos” revela que o pecado dos sacerdotes atinge não somente a eles, mas toda a igreja!
Meu Irmão em Cristo, os sacerdotes foram dados por Deus como mediadores, os sacerdotes eram os ministros da reconciliação. Por isso, os seus pecados prejudicam e impedem a comunhão entre Deus e o Seu povo!
Então, se Deus rejeita os sacerdotes, então, a comunhão entre Deus e Seu povo é impedida.
Os oficiais de hoje não são mais mediadores como eram os sacerdotes do Antigo Testamento. Porém, a verdade permanece:
Quem é oficial ou tem cargo de liderança deve sempre vigiar as suas atitudes e pensamentos para não pecar contra o SENHOR no exercício dos seus ofícios, pois o seu pecado pode prejudicar a comunhão de Deus com Seu povo.
Se numa igreja existem oficiais do tipo tô-nem-aí, negligentes nos seus ofícios, que são os primeiros a desprezar o SENHOR, fique certo toda igreja vai ser prejudicada!
Por isso, tanto os oficiais quanto você devem tomar o cuidado em suas atitudes e pensamentos para não prejudicar a igreja.
E fique certo: O SENHOR dá muito valor a comunhão dEle com Seu povo, por isso Deus repreende o desprezo dos sacerdotes e manda disciplinar os sacerdotes infiéis (veja o v.10):
Pode ficar certo: Deus ama seu povo e quer que Seu povo seja mantido perto dEle em comunhão. Por isso, Deus ordena a disciplina dos sacerdotes infiéis, porque enquanto estivessem no serviço o SENHOR o SENHOR “não aceitará da vossa mão a vossa oferta”.
Disciplina Bíblica é um dom de Deus para proteção e manutenção da comunhão de Deus com o Seu povo: Onde não há disciplina bíblica não há comunhão com Deus, porque Deus não mantem Sua comunhão onde o pecado é tolerado, principalmente, se o pecado for cometido por oficiais no exercício do seu ofício.
Agora essa verdade não se limita aos oficiais: O seu pecado também prejudica a igreja! Por que os seus pecados podem prejudicar a Igreja?
Porque você é um membro da igreja e a igreja é um corpo. Assim quando um dos membros começa a dar problema todo o corpo sofre. Por exemplo: Uma infecção no dedo não afeta só o dedo, mas traz dor para todo o corpo”.
A igreja não é afetada somente quando um pastor é ladrão ou um presbítero é adúltero, mas também quando um membro causa um pecado que escandaliza o nome de Cristo!
Por isso, os presbíteros devem disciplinar oficiais e membros que querem viver em pecado, para que a nossa comunhão com o SENHOR não seja impedida e um mal maior, mais terríveis chegue sobre a congregação.
Que mal maior e mais terrível é este? É Deus se retirar do meio do Seu povo! Deus se retira do meio do Seu povo? Sim, Deus se retira!
Veja o v. 11: O profeta fala que o nome do SENHOR dos Exércitos é grande entre as nações, em todo lugar lhe é queimado incenso e trazidas ofertas puras, porque o Nome do SENHOR é reconhecido como grande.
Irmãos, o que o profeta fala não pode estar acontecendo nos seus dias, porque Deus tem uma Aliança somente com Israel. O profeta vê o futuro! O Profeta vê que o desprezo de Israel vai levar o SENHOR desprezar a Israel!
O que o profeta vê é o futuro, ele vê um dia que enquanto os sacerdotes de Israel desprezam o Nome do SENHOR outras nações da terra adorarão o SENHOR que por Israel foi desprezado.
Isto de fato aconteceu quando os judeus desprezam Jesus Cristo. Eles desprezam Jesus Cristo que é ao mesmo tempo O SACRIFÍCIO E O SENHOR DA ALIANÇA! Desprezam a pedra angular da Casa de Deus (1 Pe 2.6-8).
Meu irmão é tremenda essa palavra: Não pense que o SENHOR vai tolerar para sempre o desprezo que uma igreja ou um crente fique mostrando por Ele!
Deus não precisa de você para glorificar o Seu nome no Mundo. Deus é soberano e quando uma igreja ou um crente cai no pecado de desprezar a Deus, fique certo que Deus não vai ficar paparicando essa igreja nem esse crente!
Deus desprezará quem o despreza. Deus levanta um outro povo ou um outro crente para glorificá-lo e honrá-lo!
Se está igreja começar a desprezar o Nome de Deus em sua vida pode ficar certa que Deus nos desprezará! Se um crente vive mostrando desprezo por Deus, então, fique certo Deus também o desprezará! Isto é o ensino da Aliança de Deus.
Assim foi com Israel quando seus sacerdotes desprezaram a Cristo. Deus desprezou a Nação de Israel e passou seu Reino para povos de outras nações.
A Igreja hoje não é a Nação de Israel, mas a Igreja hoje é formada de homens, mulheres e crianças provenientes de todas as nações que foram salvos por Cristo Jesus.
Agora vá para o v. 14. No v. 14 Deus direciona uma palavra para o enganador. E Quem é esse enganador?
O texto responde: É todo [aquele],” que tendo um animal sadio no seu rebanho, promete e oferece ao SENHOR um defeituoso”!
Isto mostra que os sacerdotes não estão sozinhos no seu pecado: Há uma cumplicidade, uma parceria do povo no pecado de desprezo ao nome do SENHOR!
Deus chama estes parceiros dos sacerdotes de enganadores e lança sobre estes enganadores a Sua maldição! Maldito seja aquele que promete dar o melhor ao SENHOR, mas que “oferece ao SENHOR um defeituoso”.
São fortes estas palavras para nós: Não tem como o homem enganar a Deus! Os enganadores pensavam que o SENHOR não via suas atitudes e seus corações!
Os enganadores faziam votos onde prometiam o melhor para o SENHOR, mas eles traziam e faziam o pior dizendo que traziam e faziam o melhor para Deus!
Isso parece ser uma prática velha da igreja até nossos dias. Por exemplo: Note o fervor dos congregados. Mas, também note que este fervor (em muitos irmãos) parece esfriar depois da pública profissão de Fé e depois de participar da Santa Ceia!
Meu irmão em Cristo. qual a realidade de uma parte significante dos membros da Igreja? É tanto corpo mole dentro da igreja, muitas manifestações de preguiça espiritual, problemas na comunhão, omissão nos seus votos e promessas pactuais
Meu irmão e visitante, deveria ser o contrário! O fervor deveria ser maior depois da Pública Profissão de Fé!
Por quê? porque na profissão e na Santa Ceia você promete viver de modo santo, dedicado a Deus e ao Seu irmão, ou seja, você promete fazer o melhor, trazer o melhor para o SENHOR!
Meu irmão em Cristo, Deus pergunta a você: Você tem oferecido Sua vida a Deus conforme você prometeu a Ele no dia da Sua Profissão de Fé? Você tem se esforçado para cumprir seus votos expressos na Santa Ceia?
Ou você tem tentado enganar a Deus dizendo que dá o melhor a Deus, mas propositadamente dá o pior ao SENHOR: o defeituoso do seu tempo, da sua idade, da sua vida? Cuidado, Deus não pode ser enganado!
Se algum membro da igreja de propósito faz isto, então, saiba que Deus o chama de MALDITO! E por isso precisa se ARREPENDER DO SEU PECADO!

Conclusão:

Irmãos, O SENHOR, repreende o desprezo a Ele: Seja o desprezo cometido por um oficial ou por um membro. O SENHOR chama você a não desprezar o seu nome naquilo que você faz e pensa.
O SENHOR nos mostra que o nosso pecado traz um mau resultado para a Igreja. O SENHOR faz isto porque nos ama e quer manter a comunhão conosco.
Ouça: Deus é gracioso e misericordioso para perdoar todo os nossos pecados, até o pecado de desprezo ao Seu nome e de tentar enganar ao SENHOR. Deus tem perdão e restauração no Sangue de Cristo para o pecador arrependido.
Lembre-se: Você é um sacerdote em Cristo. Você é chamado para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus. Você é chamado oferecer a Deus aquilo que você prometeu na Profissão de Fé e na Santa Ceia.
Você tem condições em Cristo de oferecer o melhor para Deus, porque os seus sacrifícios espirituais são agradáveis por intermédio de Jesus Cristo (1 Pe 2.5).
Por isso, seja um fiel sacerdote da Nova Aliança e oferte ao SENHOR nada menos que a tua vida como sacrifício espíritual agradável a Deus por intermédio de Jesus Cristo. Amém!

Um comentário:

margomenezes disse...

NESTA MANHNÃ PASSEI MAIS OU MENOS UMA HORA DEDICANDO-ME A LEITURA DESTA SEMANA, RESOLVI PESQUISAR UM POUCO E APRENDI MUITO. RATIFICOU-SE AINDA MAIS QUE DEVEMOS DAR PRIMÍCIAS AO SENHOR.
AQUELE POVO OFERECIA O PÃO IMUNDO, O QUE TINHAM DE IMEDIATO P OFERTAR AO SENHOR E NÃO TINHAM O CUIDADO DE PROCURAR A MELHOR OFERTA E AINDA TINHAM COMO NEGLIGENTES E CONIVENTES OS PRÓPRIOS SACERDOTES. PENSO COMO DEVEMOS TER O CUIDADO COM TUDO QUE OFERECEMOS AO SENHOR. CUIDADO COM AS NOSSAS ATITUDES, CUIDADO AO PRONUNCIARMOS O SEU NOME; PORQUE ESTAMOS SENDO REFERÊNCIA PARA ALGUÉM QUE ESTÁ NOS OBSERVANDO. EU MESMA REFLETI SOBRE O QUE ESTÁ ACONTECENDO NAS IGRJAS E COM ESSE POVO. DEUS ESTÁ COBRANDO MAIS ATENÇÃO E O CORPO DA IGREJA NÃO ESTÁ SE ATENTANDO PELO CHAMAMENTO DO ESPÍRITO SANTO.
DEVEMOS NOS ATER PARA AS PRIMÍCIAS AO SENHOR, PORQUE SUAS BENÇÃO NÃO CESSAM PARA NÓS, NÓS É QUE NOS DESPERSAMOS DELAS.